PATRÍCULA ELEMENTAR

«A nossa pequena pátria, a nossa patrícula.» B. Vian

Perguntar não ofende

As entrevistas de Daniel Oliveira lembram-nos que ainda há jornalismo. Vale a pena ouvir as entrevistas que fez aos candidatos democratas às Presidenciais portuguesas de 2021. Sumarentas, bem preparadas, um verdadeiro oásis de inteligência.

21 de Janeiro de 2021 · Deixe um comentário

Mulheres criadoras: o triunfo da vontade

Sem a vontade destas tantas mulheres para criar, num mundo que permanece prevalecentemente masculino, os palcos de Portugal seriam evidentemente outra coisa.

23 de Novembro de 2020 · Deixe um comentário

O estranho e secreto veto à lei contra a evasão fiscal pelas multinacionais | União Europeia | PÚBLICO

Há uma maioria, mas a lei não vai sequer a votos. Ou pior: há uma maioria, mas um ministro alemão consegue convencer o seu colega croata a votar de outra forma. Portugal mudou de posição, mas opõe-se a que os documentos da negociação sejam públicos. É assim que o Conselho delibera. Com secretismo e muito pouca transparência.

26 de Outubro de 2020 · Deixe um comentário

Ser português

Havia de ter arranjado um marido chamado Pereira, ou Oliveira da Figueira, ou Azinheira, ou Macieira, e ter aceitado atrelar esse nome aqueloutro da coisa patriarcal que me calhou na rifa cósmico-cultural.

24 de Setembro de 2020 · Deixe um comentário

Almada velha e nova

Gosto de olhar para cima, para o desenho dos edifícios, para as linhas que desenham nas ruas, para as ruínas e abandonos onde vejo entradas para o passado dos territórios, para a Natureza que resiste à urbanidade.

27 de Julho de 2020 · Deixe um comentário

Larry Brilliant sobre a pandemia COVID19

Este senhor chama-se Brilliant (parece o nome de uma personagem literária) e é mesmo brilhante. O seu trabalho ajudou a erradicar a varíola e a poliomielite. Ora ouçam-no.

11 de Maio de 2020 · Deixe um comentário

apontamentos sobre teatro #2

Alguém grávido do Mundo, de  um Mundo ainda em gestação, e havendo muito desejo de que nascesse: como levar isso para a cena?

5 de Abril de 2020 · Deixe um comentário

apontamentos sobre teatro

Na época das adaptações disto e daquilo, dos a partir deste e daquele, do mal-estar de um teatro que já não quer o texto mas precisa dele, o texto é um barro secundário.

4 de Abril de 2020 · Deixe um comentário

Aqui posto de comando das minhas forças.

Um único soldado assegura presentemente a manutenção do comando de si mesmo dentro do quadro de prontidão, operacionalidade e limpeza que esta hora crítica não apenas requer como impõe.

16 de Março de 2020 · Deixe um comentário

Francisco Sousa Lobo: o artista no seu labirinto

Trata-se de um ilustrador de pensamentos, capaz de desenhar sobre conceitos abstractos, como em Deserto, livro que percorre o fio do tempo e dos gestos que o levaram à Cartuxa de Évora para pensar (escrever, desenhar) sobre os lendários monges do lugar.

18 de Fevereiro de 2019 · Deixe um comentário