PATRÍCULA ELEMENTAR

«A nossa pequena pátria, a nossa patrícula.» B. Vian

Miles Davis III, parte 3

“Listen, next year will be perhaps my last year in music. Yes, next year I’ll stop playing.”

19 de Fevereiro de 2019 · Deixe um comentário

Miles Davis III, parte 2

Em 1959, ainda com Coltrane a seu lado, Miles Davis gravou para a Columbia, em apenas duas sessões, o famoso Kind of Blue, geralmente considerado o disco mais influente na História do Jazz.

9 de Fevereiro de 2019 · Deixe um comentário

Miles Davis III, parte 1

Elwood Buchanan, o seu primeiro mestre, disse-lhe que nunca tocasse com vibrato, que isso era coisa de branco. Miles Davis, que até na cor da pele era preto retinto, assim fez: “fast and light and no vibrato.”

30 de Janeiro de 2019 · Deixe um comentário

Vian est grand, parte II

“As coisas não são vulgares por serem escritas assim. As pessoas é que são vulgares, não o estilo. E digam lá! As pessoas realmente vulgares nem escrevem assim. Cuidam dos floreados que é uma chatice. Escrevem com lâmpadas acesas no rabo.”

13 de Maio de 2018 · Deixe um comentário

Vian est grand, parte I

Políticos, clérigos, jornalistas, sindicalistas, fadistas, treinadores, actores, praticamente já ouvi toda a gente citar “A Espuma dos Dias”. 90% nunca leu o romance, mas isso que importa? Também ninguém leu Cervantes e toda a gente conhece o “D. Quixote”.

7 de Maio de 2018 · Deixe um comentário

Absinto

Foi consumido pelo povo de Paris ao sagrado bater das cinco, idolatrado por poetas malditos, glorificado por mágicos e ocultistas, e recriado por pintores famosos.

29 de Janeiro de 2018 · Deixe um comentário

Diamonds are a girl’s best friends

É certo que a “maldição Hope” não passa de um conto do vigário de Monsieur Cartier. Porém, hoje pertence ao Smithsonian Institute, em Washington. Tal como a Casa Branca, cujo actual ocupante é Donald Trump. Como diz o outro, do the math.

20 de Setembro de 2017 · Deixe um comentário