PATRÍCULA ELEMENTAR

«A nossa pequena pátria, a nossa patrícula.» B. Vian

Maledetti Italiani

Um retrato lúcido e irónico de Colapesce, de uma nação recente, do ressentimento e do modo de ser dos italianos, malditos, cada um à sua maneira. Depois do referendo constitucional do final do ano passado, Renzi Mateo, que fez depender a sua continuidade no cargo de primeiro-ministro do referendo à Reforma da Constituição, demitiu-se perante a expressiva derrota nas urnas. Nos dias seguintes, fez um recuo tácito depois de ser recebido pelo Presidente Mattarella, que lhe terá pedido para se manter em funções até o Orçamento de Estado ser votado. Renzi aceitou e Mattarella nomeou para o seu lugar Paolo Gentiloni, a marioneta de Renzi. Maledetti Italiani.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Information

This entry was posted on 24 de Abril de 2017 by in Banzai, Europa, L'Arte dei rumori, Música, Patrícula elementar, Política internacional.

Navegação

%d bloggers like this: