PATRÍCULA ELEMENTAR

«A nossa pequena pátria, a nossa patrícula.» B. Vian

Mordechai Geldman: remar até à verdade

geldman

Mordechai Geldman (n. 1946) nasceu na Alemanha do pós-guerra num campo de refugiados, e aos quatro anos emigrou para Israel com os pais. Vive em Tel Aviv. Escreve em hebraico. Foi várias vezes premiado. Teoria do Um (Tora haiichud, 2013), com tradução do músico João Paulo Esteves da Silva e edição pela Douda Correria (dois volumes, 2015 e 2016) – um trabalho que contou com o apoio de The Rabinovich Foundation for the Arts – foi, é um acontecimento literário em Portugal.

A poesia de Geldman em Teoria do Um é rica, diversa, para dizer multiforme e polifónica. Nela cabem também os sempiternos temas da poesia, como o amor, porém em versos brancos que são de uma beleza infinita, transportando dimensões poéticas (transcendentais, metafísicas) da ideia de amor que, mesmo quando é de amor físico que o poeta parece querer falar, transformam o amor particular e contingente em algo maior.

Talvez porque Geldman tenha desde o início amado estrangeiros, como declara no começo do poema Tora do um (vol. 2.º)«estrangeiros e estranhos e até doentes e aleijados/ e as prostitutas e os prostitutos os criminosos e os agarrados» […],«as línguas e as culturas», «os cantos dos povos» […] «e todos os bichos da Terra» […], e «multidões de deuses alheios», e enfim, tudo o que cabe no coração do «herege de si mesmo» que Geldman diz ser.

Mordechai Geldman é sem dúvida «o poeta e o outro» (O Poeta e o devaneio, vol. 2.º), um só em que cabem todos, um só «vive[ndo] um caso de amor com o universo», […] «rema[ndo] até à verdade». Leiam e vejam lá (e sintam lá, no espelho de Geldman, e aguentem-se a isso, à aventura humana que isso é) se não é como digo.

teoria-do1-ii

Teoria do Um, Mordechai Geldman
Douda Correria, vol 1.º (2015) e vol. 2.º (2016)
Tradução do hebraico por João Paulo Esteves da Silva

Anúncios

About Sarah Adamopoulos

Antiga jornalista profissional, dedica-se à edição de livros - criação e produção editorial - desde 2008. Anda pelos blogues desde 2003, lugares de eleição para a escrita rápida e para o debate de sociedade. Autora de vários livros, entre os quais "Fado menor" (literatura, 2005) e "Voltar – memória do colonialismo e da descolonização" (investigação historiográfica, 2012). Traduziu, entre outros, o primeiro grande estudo económico sobre a desigualdade no Mundo publicado no século XXI ("O capital no século XXI", de Thomas Piketty). Tem sempre peças de teatro e poemas na cabeça.

2 comments on “Mordechai Geldman: remar até à verdade

  1. Pingback: Teoria do Um – Vol. II – Mordechai Geldman – Douda Correria

  2. Pingback: Uma espécie de jazz | PATRÍCULA ELEMENTAR

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Information

This entry was posted on 27 de Dezembro de 2016 by in Cultura, Livros, Mesinha de cabeceira, Patrícula elementar and tagged , , .

Navegação

%d bloggers like this: